Prefeitura de Paracatu

FAMÍLIAS PRÉ-SELECIONADAS DO RESIDENCIAL SARAH KUBISTCHEK SE APROXIMAM CADA VEZ MAIS DA TÃO SONHADA CASA PRÓPRIA

A Prefeitura Municipal de Paracatu realizou nessa quarta-feira, 26, no Ginásio do Jóquei Clube, a oitava reunião informativa com as famílias pré-selecionadas do Residencial Sarah Kubistchek.
O encontro com os beneficiários contou com a presença de autoridades locais e uma equipe da Caixa Econômica Federal, que prestaram todos os esclarecimentos acerca do programa e dos passos finais à entrega dos imóveis.
Na oportunidade, o prefeito falou da emoção de ver tantas famílias prestes a receberem as chaves das suas futuras residências. “Quero agradecer o empenho dos servidores do município, a seriedade dos colaboradores da Caixa e dos gestores da Secretaria de Desenvolvimento e Ação Social no cumprimento de todas as regras com criteriosa seleção daqueles que mais precisam de uma casa”, afirmou o prefeito.
Após os pronunciamentos das autoridades presentes, a equipe técnica da Caixa deu continuidade aos trabalhos e procedeu com o sorteio eletrônico, de um sistema oferecido pela própria Caixa Econômica Federal, dos endereços das unidades habitacionais junto com os gestores do município que coordenaram os trabalhos de pesquisa e pré-seleção dos beneficiários do Residencial Sarah Kubistchek que em breve receberão as chaves de suas futuras moradias.

seminário deficientes fisicos 07907

seminário deficientes fisicos 09208

seminário deficientes fisicos 09609

seminário deficientes fisicos 10110

seminário deficientes fisicos 10511

seminário deficientes fisicos 11212

seminário deficientes fisicos 11801

DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA SÃO DEBATIDOS EM CONFERÊNCIA MUNICIPAL

A Secretaria Municipal do Desenvolvimento e Ação Social e o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência – CMPDF- realizaram na terça-feira, 25, a III Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Na solenidade de abertura a presidente da Associação dos Deficientes Físicos de Paracatu e também presidente do CMPDF, Maria José, lembrou que apesar de árdua, a luta para garantir os direitos das pessoas com deficiência tem obtido resultados ao longo dos anos. Muito ainda precisa ser feito, felizmente saímos dos “porões” e hoje somos vistos pela sociedade, disse Maria José.

O prefeito Olavo Condé, que participou da abertura do evento, parabenizou os presentes pelo envolvimento nas causas em prol das pessoas com deficiência e enfatizou o papel da ação social nesse contexto, que vem ao encontro dos anseios das famílias que tanto necessitam desse auxílio.

A Conferência teve como tema “Os desafios na implementação da pessoa com deficiência: a transversalidade como radicalidade dos direitos humanos”. Após leitura e aprovação do regimento interno, foi preparada uma programação com palestra, grupos de trabalho, apresentação de propostas e eleição dos delegados.

seminário deficientes fisicos 00302

seminário deficientes fisicos 01603

seminário deficientes fisicos 01904

seminário deficientes fisicos 02605

seminário deficientes fisicos 03406

TRANSPORTE COLETIVO URBANO

NOTA À COMUNIDADE

O transporte coletivo urbano é hoje uma grande preocupação em municípios de diferentes portes. Vivenciamos no Brasil, nos anos 2000, um boom de vans prestando serviços em capitais e regiões metropolitanas, de forma irregular, o que gerou diversos conflitos e muitos acidentes, com forte prejuízo à população, até que seus serviços fossem devidamente regularizados, veículos vistoriados e circulando com garantias de segurança ao usuário e aos cidadãos de forma geral.

Agora, novos conflitos têm ocorrido em especial com a geração UBER, com forte repercussão de mídia em todo o país, em função de sua – até o momento – ilegalidade.

Em Paracatu não é diferente. Há aproximadamente três meses, começou a funcionar em nossa cidade, de forma irregular, o “Tri Táxi”. A Secretaria Municipal de Transportes iniciará a notificação aos proprietários dos veículos que vêm realizando este serviço, para que paralisem suas atividades, até que a situação seja regularizada em todos os aspectos legais.

Hoje, o “Tri Táxi”:

– não possui concessão;
– não tem permissão do órgão de segurança, no caso o Detran, para circular;
– não oferece garantias de segurança aos usuários e demais cidadãos;
– os veículos não são vistoriados;
– os veículos não são adaptados para atender idosos, bem como portadores de necessidades especiais;
– seus proprietários não pagam impostos pelos recursos arrecadados com os serviços, o que transforma o “Tri Táxi” em uma concorrência desleal, uma vez que o Município já concedeu essa prestação de serviço a empresa de transporte coletivo, que tem que arcar com todas as despesas trabalhistas e demais impostos e encargos.

A Secretaria Municipal de Transportes, de forma transparente, deixa claro que não é contra a utilização de transportes diferenciados. No entanto, no sentido de defender o interesse público, com responsabilidade sobre a vida dos cidadãos paracatuenses, usará de suas prerrogativas legais para impedir este transporte, até que ele seja plenamente regulamentado.

PAULO ANTÔNIO PEREIRA
Secretário Municipal de Transporte

RV-TVWeb-100x100 TV WEB NF-e-100x100 Nota fiscal Eletrônica
Escrita Fiscal
Transparencia-100x100 Portal da
Transparência
PRODEP PRODEP Licitacoes-100x100 Licitações PlanoDiretor-100x100 Plano Diretor GuiasTributos-100x100 Guias e Tributos PMSB-100x100 Plano Municipal de
Saneamento Básico
gestão educacional-100x100 Gestão Educacional ProtocolosDocumentos-100x100 Gestão de Protocolo
Documentos e Fluxo
ConsultaPublica-100x100 Consultas Públicas ServMilitar-100x100 Serviço Militar Ouvidoria-100x100 Ouvidoria