Em Paracatu o folclore está muito ligado aos Quilombolas e suas atividades como a caretada, uma manifestação cultural que influenciou diretamente na culinária local.

img

Uma das principais características do Paracatuense é preservar suas tradições e valores, principalmente os religiosos. As manifestações culturais, folclóricas e gastronômicas de Paracatu se misturam com a fé e o catolicismo. A Folia de Reis, é uma das expressões mais antigas, mais apreciadas e esperadas pelos moradores da região, nelas o folclore e gastronomia, andam de mãos dadas.

"Para tirar o gosto da aguardente, belisque uma empadinha de capa fina e encerre os trabalhos com o famoso bolo de domingo", uma receita centenária e cheia de superstição - para não dar azar, a delícia só pode ser feita nos dias de domingo. Os quitutes da cidade são significativos espaços de preservação da memória coletiva e mesmo com a tendência a padronização dos costumes alimentares. O antigo e o novo se juntaram e deram lugar a iguarias de sabor próprio e local: empada de capa fina, pão de queijo, queijadinha, doces de frutas, bolos regionais.