Câmara rejeita pedido de abertura de processo para afastamento de Olavo Condé

Por maioria de 9 (nove) votos a 7 (sete), a Câmara entendeu que não há elementos que façam prosperar pedido para afastar das funções o prefeito Condé

Câmara rejeita pedido de abertura de processo para afastamento de Olavo Condé

#PraCegoVer - Votação ocorreu na segunda-feira (10)

A Câmara Municipal de Paracatu rejeitou, nesta segunda-feira (10), pedido de abertura de processo para afastar do cargo o  prefeito de Paracatu, Olavo Remígio Condé.

Por maioria de 9 (nove) votos a 7 (sete), a Câmara entendeu que não há elementos que façam prosperar pedido para afastar das funções o prefeito Condé.

A solicitação feita por popular baseou-se em Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa, movida pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), que teve pedido de afastamento indeferido na Primeira Instância e também pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), portanto, em duas instâncias, na semana passada.

Votaram contra o afastamento  de Condé os vereadores Edvar Pacheco de Andrade, Irmo Batista Franco (Paraíba), Gilson Silva Araújo (Gilsão), Marcone Martins Lisboa,  Marli Ribeiro, Nilda Pereira Souza Martins, Silvio Magalhães, Luiz George Linderski e João Archanjo.

A favor do afastamento, portanto vencidos, votaram os vereadores Joeli Brito, Pedro Adjuto, Tio Miltinho, Wilson Martins, Jesué Araújo, Marcos Antônio Oliveira e Hernesto da Silva.

Leia também:

TJMG nega pedido de afastamento de Olavo Condé

 

ASCOM/SEGOV
PREFEITURA DE PARACATU
Novas Realizações. Mais Trabalho.

 

VER TODAS NOTÍCIAS

Deixe um Comentário