Prefeitura notifica e dá prazo para empresa readequar obra do Cristo

A não readequação do projeto estará sujeita a medidas administrativas e judiciais

Prefeitura notifica e dá prazo para empresa readequar obra do Cristo

Em face do ocorrido com a obra do Cristo na manhã desta terça-feira (2), a prefeitura de Paracatu mobilizou prontamente uma equipe técnica para elaborar um relatório e averiguar irregularidades na construção.

O prefeito Igor Pereira dos Santos classificou como absurda a situação que a população de Paracatu foi exposta. “Nossa gestão já havia notificado a empresa sobre diversas alterações do projeto original. Agiremos com total energia em favor do povo, que não pode ser lesado por este episódio", afirma. 

Entre outras incongruências, evidentes na análise, ficou nítido o descumprimento de processos técnicos, importantes para o andamento e segurança da obra. A obra não tinha alvará de construção, que deveria ter sido solicitado pela antiga gestão da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, para aprovação de projeto e expedição de alvará pela Secretaria de Obras, e os funcionários trabalhavam sem equipamentos de proteção individual (EPI’s).

Após uma análise aprofundada, a prefeitura de Paracatu decidiu notificar a empresa Minas Construções E Serviços Eireli, por não ter comunicado o ocorrido aos profissionais nomeados para fiscalizar a obra, e, principalmente, por agir em desacordo com as normas, processos e projeto estabelecido em contrato.

A empresa tem um prazo de  48 horas para a apresentação de justificativa e proposta para solução do problema e 90 dias úteis para a readequação da obra. O não cumprimento à notificação expedida pela prefeitura de Paracatu implicará na tomada de medidas administrativas e judiciais.

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 
Um novo tempo para todos 

VER TODAS NOTÍCIAS

Deixe um Comentário