ORIENTAÇÕES SOBRE A ONDA ROXA

SITUAÇÃO DE PARACATU A PARTIR DE AGORA

ORIENTAÇÕES SOBRE A ONDA ROXA



O Município de Paracatu aderiu ao Plano Estadual Minas Consciente por meio do Decreto nº 5.760, de 27 de agosto de 2020. A adesão ao programa, do ponto de vista prático, significa que, quando divulgados protocolos oficiais, o município não poderá adotar medidas menos restritivas. Logicamente, quando existir previsão de medidas menos restritivas, o município poderá adotar medidas mais restritivas.

Na data de ontem, 03/03/2021 (quarta-feira), foi apresentado pelo Governo de Minas Gerais por meio de entrevista coletiva, a criação de uma nova onda no Plano Minas Consciente, qual seja, a Onda Roxa.

Segundo as palavras do Governador do Estado de Minas Gerais, o Sr. Romeu Zema: “A onda roxa é diferente das demais. Não é mais opcional aos Prefeitos decidirem se eles vão aderir ou não. A adesão é impositiva para evitar o total colapso da rede de saúde”. Portanto, a implementação das medidas tem caráter obrigatório.

Sabendo disso, seguem as determinações da nova onda, a qual Paracatu integra nesse momento:

·         Toque de recolher entre 20hrs e 5hrs;

·         Permitida a circulação de pessoas apenas relacionadas às atividades essenciais;

·         Proibição de circulação de pessoas e carros em atividades não essenciais;

·         Proibição de circulação de pessoas com sintomas gripais, exceto para a realização ou acompanhamento de consultas ou realização de exames médico-hospitalares;

·         Proibição de circulação de pessoas sem máscaras;

·         Proibição de reuniões presenciais, inclusive mesma família que não moram juntos, salvo para assistência;

·         A Polícia Militar de Minas Gerais – PMMG e o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais – CBMMG atuarão em colaboração com o município para garantir o cumprimento das medidas restritivas.

Informa que, ficam mantidas todas as restrições vigentes no município de Paracatu até a presente data com a modificação de questões pontuais para adequar à determinação do Estado de Minas Gerais. São elas:

1)  O toque de recolher será antecipado para às 20 horas, com término às 5 horas, modificando, portanto, o horário de atendimento do comércio, que deverá se adaptar à nova realidade.

2)  A proibição de circulação de pessoas que não estão relacionadas com às atividades essenciais e/ou o seu uso, coibindo passeios e circulação desnecessária. Para tanto, a força policial e a fiscalização poderá solicitar a apresentação de documento que comprove o vínculo profissional com a atividade essencial ou a necessidade do deslocamento.

3)  O único ramo que poderá realizar “retirada no balcão”, com clientes indo até a porta do estabelecimento, será o ramo de alimentação. As demais atividades essenciais deverão priorizar seu funcionamento interno e o atendimento remoto. As atividades não essenciais, não poderão funcionar.

IMPORTANTE: A Deliberação do Comitê Extraordinário COVID-19 nº 130, de 3 de março de 2021, aponta em seu artigo 4º, a relação de atividades essenciais para o Programa Estadual Minas Consciente. O inteiro teor da deliberação segue anexo.

As medidas atualmente em vigência no município de Paracatu que são mais severas do que as trazidas pelo Governo Estadual continuarão com sua aplicabilidade, destacando-se a proibição de vendas de bebidas alcoólicas e a vinculação de acesso a certos estabelecimentos ao CPF.

A intervenção estadual no âmbito do município de Paracatu e em toda a região Noroeste demonstra a pontualidade e o acerto das medidas adotadas pelo Poder Executivo Municipal na segunda-feira (01/03), visto que o Comitê Estadual, em deliberação autônoma vislumbrou a necessidade de adoção de medidas semelhantes as já praticadas.

Assim, ressaltamos o compromisso com todos os munícipes de Paracatu, buscando, diuturnamente, um novo tempo para todos.

VER TODAS NOTÍCIAS

Deixe um Comentário