Festival Cultural encerra com recorde de público em Paracatu

Ao longo da semana, diversas atividades espalhadas pelo centro histórico da cidade ressaltaram as riquezas locais.

Festival Cultural encerra com recorde de público em Paracatu

#DescriçãoPraCegoVer - Na imagem, o Largo do Rosário com o palco do festival de fundo, onde acontece uma mostra de dança e o público sentado assistindo o espetáculo.

O 4º Festival do Patrimônio Cultural acabou em grande estilo. O evento que começou no dia primeiro de julho com a apresentação da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, encerrou na noite deste domingo, 09 de julho, com apresentação do projeto Minas ao Luar com shows de Sanducka e Gisele Couto. No repertório clássicos da MPB, além de muito samba e bossa nova que animaram o grande público.

Ao longo da semana, diversas atividades espalhadas pelo centro histórico da cidade ressaltaram as riquezas locais. Durante o festival, o público conferiu várias atrações, como mostra de dança com a Academia Corpus e Studio de Dança Denyse Barbosa, além de workshops de preparação de Cervejas Artesanais e de Cafés Especiais, Mostra de Queijos, Carreta Gastronômica, oficina de Práticas Musicais, Café da Fidalga, Chef Show e Mini-chef na Praça.

Na noite de sábado, 08 de julho, aconteceu a premiação dos melhores pratos da Etapa Gastronômica do Festival. Oito bares e restaurantes participaram este ano. Os ingredientes obrigatórios dos pratos concorrentes foram à castanha de baru, o café e o queijo minas, alimentos bem tradicionais da culinária paracatuense. Ao longo do mês de junho, o público teve a oportunidade de experimentar e avaliar os pratos. 

O grande vencedor da noite foi o prato do restaurante do Hotel Veredas, Fetuccine do Cerrado. Também foram premiados os restaurantes Sushi Med e Saca Rolha. No quesito atendimento, o restaurante do Ipê Florido Parque Hotel garantiu o primeiro e segundo lugar do Festival, e a pizzaria La Maggiore ficou com o terceiro lugar. (Veja os ganhadores abaixo).

1º – Hotel Veredas

Prato: Fetuccine do Cerrado

2º – Sushi Med

Prato: Focaccia Estilo Minas

3º – Saca Rolha

Prato: Mixidão do Saca Rolha

Atendimento/garçon:

1º – Igor – Ipê Florido

2º – Paulo – Ipê Florido

3º – Tales – La Maggiore

A extensa programação contou também com as apresentações musicais como "Aedos e Violeiros", “Arnaldo Freitas e Tarcisio Manuvéi” e das bandas “Dolores 602”, de Belo Horizonte e “Pé de Cerrado”, de Brasília. Outro grande sucesso foi o 12º Festival Nacional de Música com a participação de 15 compositores de várias regiões do país, sendo eleitas as três melhores, com premiação de R$ 4.000,00 para o primeiro lugar, R$ 3.000,00 para o segundo e R$ 2.000,00 para o terceiro, além da melhor letra, do melhor intérprete e a melhor música pelo público.

A música “Dona Mariana”, da cidade de Três Corações-MG, foi a grande vencedora do Festival, seguida por “Lacrimar” e “Sirva-se do Ser”. Pela votação popular ganhou a música “Minas”, do compositor e intérprete Mauritu, de Cruzeiro Velho-DF. (Veja os ganhadores abaixo).

1º – Dona Mariana

Compositor: Ronildo Prudente

Intérprete: Borná da Xepa

Cidade: Três Corações-MG

2º – Lacrimar

Compositor: Júnior Almeida e Mana Tessari (parceria)

Intérprete: Júnior Almeida

Cidade: São João da Boa Vista-SP

3º – Sirva-se do ser

Compositor: Bruno Bernardes

Intérprete: Thuyan Santiago

Cidade: Paracatu-MG

Melhor Letra

Música: Imensurável

Compositor: Roberto Ázis

Intérprete: Ronald Saar

Cidade: Três Rios-RJ

Melhor Intérprete

Música: Lacrimar

Compositor: Junior Almeida

Intérprete: Junior Almeida

Cidade: São João da Boa Vista-SP

Votação Popular

Música: Minas

Compositor: Mauritu

Intérprete: Mauritu

Cidade: Cruzeiro Velho-DF

Para o secretário municipal de cultura, Isac Arruda, o festival superou todas as expectativas. “Recebemos um público acima do esperado. Turistas de vários cantos do Brasil, além de várias caravanas. A infraestrutura do evento também foi nota dez. Tivemos o total apoio e adesão de todos os comerciantes locais que ofereceram o melhor da culinária paracatuense”.

O prefeito Olavo Condé agradeceu o empenho de todos os parceiros, que juntos trabalharam em prol da cultura de nossa cidade. “O festival foi um sucesso e vai continuar fazendo parte do calendário cultural da cidade. Nós agradecemos de coração, todos aqueles que estiveram conosco na preparação deste festival, que não é mais da Prefeitura, nem de Paracatu, é o festival da cultura do Noroeste e de toda Minas Gerais. Fomentamos o turismo, levamos o melhor da cultura do nosso povo para a rua, de forma democrática e acessível. O Festival cresce a cada ano, e Paracatu só tem a ganhar”.

ASCOM/SEGOV

Prefeitura Municipal de Paracatu

Mais Trabalho. Novas Realizações

VER TODAS NOTÍCIAS

Deixe um Comentário