Saiba como garantir um carnaval com segurança

#Descriçãopracegover-imagem com a palavra entrevista em destaque

Saiba como garantir um carnaval com segurança

O Carnaval 2018 se aproxima e a época requer alguns cuidados essenciais, principalmente quanto à segurança da população. Para tanto, o secretário municipal de segurança pública, Coronel Carlos Renato Zenóbio Ribeiro, em entrevista à ASCOM traz informações simples e importantes para que todos passem os dias de festa com segurança.

 ASCOM: Secretário, qual a principal orientação para quem está se preparando para cair na folia?

SECRETÁRIO: Por ser uma ocasião propícia para o cometimento de crimes, devido à quantidade de vítimas em potencial, a principal orientação é de que as pessoas estejam mais atentas ao que se passa ao seu redor e adotem medidas autoprotetivas, seguindo o que é orientado pelas autoridades de Segurança Pública.

ASCOM: Hoje em dia o que mais se vê nas ruas são pessoas, muitas vezes distraídas, usando o celular. Como deve se comportar o folião que não quer ficar sem o seu aparelho durante o Carnafolia?

SECRETÁRIO: O ideal é que não leve o celular para o local do evento, sendo que, no caso de levar:

Jamais carregue o celular, expondo-o ao olhar de qualquer pessoa.

Evite também carregá-lo preso ao cinto, presilhas ou visível nos bolsos.

Evite utilizar o celular desnecessariamente em locais com grande movimento de pessoas, principalmente no local do evento.

Tenha sempre em mãos o número de série do seu celular.   Ele vem normalmente junto ao local onde se encaixa a bateria e na Nota Fiscal do aparelho. Com esse número é mais fácil de adotar medidas para facilitar a sua localização.

Lembre-se: Celular não é enfeite e nem demonstra status social. Portanto, evite exibi-lo para não atrair a atenção de pessoas mal intencionadas;

ASCOM: Em caso, de alguém se sentir mal durante a festa, como agir?

SECRETÁRIO: Se a pessoa tiver consciente, deverá procurar ajuda no posto médico que ficará próximo ao local do evento, ou, não havendo esse recurso, peça ajuda aos Bombeiros ou Policiais Militares.

Caso uma pessoa desmaie ao seu lado, peça que as pessoas abram espaço evitando aglomeração de pessoas em volta da vítima e acione os Bombeiros que estiverem no local do evento, não havendo Bombeiros, procure o Policial mais próximo. O importante deixar um espaço para a circulação de ar.

ASCOM: Coronel Renato, com a sua vasta experiência no que se refere à segurança pública, pode-se afirmar que o cidadão age corretamente quando sai de casa, seja para uma festa, passeio ou viagem deixando sua residência segura?

SECRETÁRIO: Essa pergunta é muito pertinente. Não adianta o cidadão adotar medidas autoprotetivas apenas no evento carnavalesco, devemos nos preocupar também com a segurança do nosso imóvel, pois muitos infratores se aproveitam dessas festas para entrar em nossas residências que quase sempre deixam de ser prioridade de nossa parte. Portanto, ao sair de casa, seja para viajar, seja para cair na folia, é preciso adotar algumas medidas protetivas, como:

Instale dispositivos que dificultem a ação dos marginais.

Verifique as portas, as janelas e os locais vulneráveis.

Use cadeados para aumentar a segurança, mas nunca os deixe visíveis do lado de fora da casa.

Feche os registros de gás e limpe os cinzeiros de brasas.

 No caso de viagem, solicite a colaboração de seu vizinho para que ele possa recolher as correspondências e acionar a PM quando ele observar qualquer movimento suspeito.  A solidariedade inibe a ação dos marginais.

Não deixe visíveis ferramentas, escadas e outros objetos que possam facilitar a entrada de pessoas.

Não deixe luzes acesas durante o dia.

Desligue todos os aparelhos eletrodomésticos.

ASCOM: Qual a dica para aqueles que vão passar o carnaval em acampamentos e cachoeiras?

SECRETÁRIO: Muitas pessoas optam por passar o período momesco junto à natureza, fugindo da folia, é importante, nesse caso, que sigam as seguintes dicas:

Evite as fogueiras.

Apague bem as brasas das churrasqueiras.

Jogue lixo, garrafas e pontas de cigarros em locais apropriados.

 Muito cuidado em lagos e lagoas. Não nade além do limite de segurança permitido pelos bombeiros.

Jamais se aventure em locais desconhecidos.

Nadar após a ingestão de alimentos e bebidas alcoólicas é uma das maiores causas de afogamento.

ASCOM: Para quem gosta de viajar nesse período, quais cuidados devem ter antes de pegar a estrada e durante a viagem?

SECRETÁRIO: Além dos cuidados quanto à segurança da residência, já citados anteriormente, é recomendado que durante a viagem sejam seguidas as seguintes recomendações:

As crianças devem viajar no banco traseiro e com cinto de segurança ou cadeirinha, conforme a idade.

Confira os equipamentos como triângulo, chave de rodas, pneu sobressalente, macaco, lanterna à pilha, extintor de incêndio carregado, etc.

Evite dirigir à noite ou sob neblina.

Evite dirigir por longos períodos. Faça pausas para descanso de todos.

O carro deve estar revisado, em boas condições de uso (pneus em bom estado e calibrado, freios, amortecedores, alinhamento e balanceamento das rodas, limpador de para-brisa, motor regulado, nível do óleo e água do radiador, bateria, cabos, etc.).

Respeite os outros motoristas e não provoque ou aceite disputas.

Dirija com os faróis acesos.

Nunca faça a ingestão de bebida alcoólica.

Fique atento à sinalização de trânsito e respeite-a.

Em caso de acidente:

Coloque sinais de advertência nos dois sentidos da estrada;

Não se precipite na retirada forçada de vítimas presas na ferragem. Lembre-se que a ferragem deve ser retirada da vítima, e não a vítima da ferragem;

Ninguém deve ficar na pista. Isso evita novos acidentes;

Providencie o socorro das vítimas, mas procure deixar alguém no local do acidente até a chegada da Polícia;

Havendo derramamento de combustível, não acenda fósforos ou isqueiro.

No retorno:

Antes de entrar em casa, procure perceber se há cheiro estranho (principalmente de gás). Em caso positivo, não ligue as chaves de energia ou interruptores. Abra todas as portas e janelas para ventilar. Procure descobrir e vedar o vazamento. Em caso de dúvida, chame os bombeiros (193);

ASCOM: Nesse período, há uma grande movimentação no comércio local, o que o senhor tem a orientar aos comerciantes que trabalharem neste período?

SECRETÁRIO: Fique atento para o recebimento de notas falsas. Acione a PMMG (190) em caso de suspeita.

A legislação brasileira proíbe a venda de bebidas alcoólicas para crianças e adolescentes.

Evite vender bebidas e refrigerantes em garrafas e copos de vidro. No local do evento já é proibido pela Portaria 001/2018 da Polícia Civil a comercialização em vasilhames de vidro.

Evite deixar grande volume de dinheiro no caixa.

ASCOM: Para encerrar, que mensagem o senhor deixa para a população?

SECRETÁRIO: Faça do Carnaval um momento de alegria, deixando a violência de fora da folia.

Se beber jamais dirija.

Não porte arma, isso é crime.

Fuja das brigas e confusões.

Evite portar objetos de valor para não atrair a atenção dos marginais.

Não durma no ponto para não acordar duro.

Evite transitar em locais ermos e mal iluminados;

Evite carregar grande quantidade de dinheiro e jóias;

Em caso de assalto nunca reaja. Guarde os traços físicos do Marginal, sinais particulares, roupas e repasse para a Polícia Militar;

Divirta-se.

Faça a sua parte e conte com a Prefeitura, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.

ASCOM/SEGOV

Prefeitura Municipal de Paracatu.

Mais Trabalho. Novas Realizações

VER TODAS NOTÍCIAS

Deixe um Comentário