Colégio Dom Elizeu é homenageado pelo município

#Descriçãopracegover - Na Imagem, várias representantes do conselho provincial, funcionários, alunos e familiares posam para foto na Câmara Municipal.

Colégio Dom Elizeu é homenageado pelo município

O Prefeito Municipal de Paracatu, Olavo Remígio Condé, participou, na noite desta segunda-feira, 19 de março, da cerimônia de Moção de Regozijo pelos 70 Anos da instalação da Congregação das Irmãs Carmelitas Missionárias de Santa Teresa do Menino Jesus em Paracatu e pelos 52 anos do Colégio Dom Elizeu. A Reverendíssima Provincial Irmã Vanilda da Silva Rocha e a Irmã Simony Angelino da Silva, diretora da instituição, receberam a honraria no plenário da Câmara Municipal. A solenidade contou com a participação de várias representantes do conselho provincial, funcionários, alunos e familiares.

A iniciativa do reconhecimento é da Câmara Municipal, através do requerimento do vereador Pedro Adjuto (PHS), com aprovação unânime de todos os demais parlamentares. A Moção de Regozijo é uma das mais importantes honrarias que um município pode conceder a pessoas, empresas, entidades e instituições, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à comunidade.

Durante a cerimônia, o público presente assistiu um vídeo institucional que relatou a vinda das Irmãs Carmelitas de Santa Teresa do Menino Jesus da Itália para Paracatu, além da participação do Coral do Colégio Dom Elizeu, com a regência da professora Délcia Rodrigues dos Santos Souza e com a participação da professora Polianne Nascimento Oliveira.

A Reverendíssima Provincial Irmã Vanilda da Silva Rocha, que recebeu o diploma de moção pelos 70 anos das Irmãs Carmelitas, agradeceu em nome da instituição e da congregação. “Nós irmãs, alunos, ex-alunos e educadores, sentimos honrados por esta homenagem. Há 70 anos chegamos ao Rio de Janeiro e depois em Paracatu com o desejo de fundar uma congregação no Brasil. Nosso sonho foi realizado. Hoje, tenho certeza de que plantamos o amor no coração de todos os jovens e que trouxemos bons frutos para Paracatu”, ressaltou a Reverendíssima.

O autor da moção, o vereador Pedro Adjuto, destacou a relação de afeto e gratidão que tem com a instituição. “Vários membros da minha família estudaram no Dom Elizeu, e é com grande orgulho e a alegria que entrego essa singela homenagem. A Congregação das Irmãs Carmelitas Missionárias iniciou sua caminhada em Paracatu, e hoje, continua sua missão em diversos países pelo mundo. Vocês merecem este reconhecimento”, concluiu.

Para o Presidente da Câmara Municipal, Ragos Oliveira, o Colégio Dom Elizeu tem prestado um relevante serviço à sociedade paracatuense. “É com prazer que a Câmara Municipal oferece essa homenagem. Todos nós vereadores reconhecemos a importância da instituição, que é a melhor do município”, disse.

Na oportunidade, o Prefeito Municipal de Paracatu, Olavo Remígio Condé, ressaltou que a cidade sente-se honrada por ter sido abençoada, 70 anos atrás, com a chegada das irmãs. “É muito emocionante a história delas, pelas dificuldades que enfrentaram e, principalmente, pela fé em Deus que as fez permanecer no Brasil e iniciar sua missão aqui em Paracatu”, declarou.

Durante o discurso, Olavo Condé, destacou também um trecho do diário de viagem de fundação da Congregação no Brasil. “Na madrugada em que chegaram a Paracatu, as irmãs foram acordadas com uma música. Tratava-se de uma serenata dedicada por alguns paracatuenses, que tocavam e cantavam um canto a Santa Teresinha, a Santa das Rosas. Serenata que as comoveu e as deixou felizes. Por isso, nesta noite, entregamos, em nome da população de Paracatu, uma imagem de Santa Teresinha às Irmãs Carmelitas Missionárias, e pedimos que a Santa das Rosas interceda por todos nós junto ao Pai e para que as Irmãs continuem no cumprimento de sua missão, por uma Paracatu cada vez melhor”, reforçou.

Ao final da cerimônia os alunos Henrique Claret Torres Praça, Matheus de Souza Freitas e João Vitor Pimentel Moreira entregaram ao Prefeito Municipal, Olavo Remígio Condé, ao Presidente da Câmara Municipal, vereador Ragos Oliveira, e ao autor da Moção, o vereador Pedro Adjuto, o símbolo dos 70 anos representando a união de todos em prol de uma missão maior e o livro que relata os 70 anos de presença e missão das Irmãs Carmelitas na cidade.

ASCOM/SEGOV

Prefeitura Municipal de Paracatu

Mais Trabalho. Novas Realizações.

Chegada em Paracatu

Em dezembro de 1947, depois de uma longa e penosa viagem de navio, desembarcam no Rio de Janeiro quatro Irmãs: Inês Giunta, Eliana Spadola, Virgínia Murtinu e Grazietta Macauda. Elas seguem de trem para Belo Horizonte, onde permanecem por um certo tempo. Daí vão de jardineira para Patos de Minas, de onde seguem de automóvel, enfrentando os riscos do sertão chuvoso e sem estradas, até Paracatu, no Noroeste de Minas Gerais. No dia 6 de janeiro de 1948, festa da Epifania do Senhor, as quatro missionárias eram apresentadas ao povo na catedral de Paracatu.

O Colégio Dom Elizeu pertence à Congregação das Irmãs Carmelitas Missionárias de Santa Teresa do Menino Jesus, tendo como sede provincial a cidade Uberaba/MG. Faz parte de uma rede de escolas em todo o Brasil e em alguns países do mundo. Nasceu de um sonho que se tornou realidade quando da chegada, em janeiro de 1948, das quatro primeiras irmãs vindas da Itália. A Congregação das Irmãs Carmelitas Missionárias de Santa Teresa do Menino Jesus transpôs os mares e escolheu Paracatu/MG, no Brasil, para dar início a uma importante missão. Em 1966, com a missão de educar e desenvolver o potencial do ser humano, inicia-se a missão educativa com o Colégio Dom Elizeu.

Fonte: http://domelizeu.com.br

VER TODAS NOTÍCIAS

Deixe um Comentário