CMDCA promove VI Conferência Municipal

#Descriçãopracegover - Na imagem, público em pé na sede social do jóquei acompanha a execução do Hino Nacional.

CMDCA promove VI Conferência Municipal

A Prefeitura de Paracatu, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA  e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Ação Social, realizaram  na quinta-feira, dia 30 de agosto, a VI Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Para recepcionar os participantes da conferência, crianças integrantes do projeto MEFIJA tocaram diversas canções na entrada da sede social do Jóquei Clube, sede do evento. A abertura deste ano, contou também, com uma apresentação cultural de alunos do Ballet da APAE.

 

O objetivo dessa VI Conferência foi propor diretrizes para a política de PROTEÇÃO INTEGRAL, DIVERSIDADE E ENFRENTAMENTO AS VIOLÊNCIAS. O encontro contou com a participação de autoridades locais, como o prefeito de Paracatu, Olavo Condé, Núbia André, Superintendente Regional de Ensino; Capitão Leandro Cambraia, do 45º BPM de Paracatu; Denise Dalalio, presidente do CMDCA, Maria Abadia Pereira, representante dos Quilombos de Paracatu, Alfredo Neto e Adriano, representando a Policia Civil; Ana Carolina Silva, presidente do Conselho Tutelar e de 440 participantes, representantes de entidades sociais, governo municipal, escolas e jovens. Todos imbuídos do desejo de plantar um futuro melhor para as crianças e adolescentes do município.

 

Durante a cerimônia de abertura, o prefeito Olavo Condé ressaltou que a realização da VI Conferência da Criança e Adolescente é de suma importância para toda a sociedade e reflete o desejo da administração de atender este público em todas suas necessidades. “Temos o dever de trabalhar com a comunidade buscando resultados que façam a diferença na vida das pessoas. É dessa forma que construímos uma cidade mais justa, disse o prefeito.

 

Para a secretária municipal de desenvolvimento de ação social, Ana Amélia de Melo Medeiros, ouvir representantes do campo e da cidade, com toda esta diversidade, ajudará na condução de políticas assertivas. “Parabenizo em nome de Denise, presidente do Conselho da Criança e Adolescente, todos que contribuíram nesta organização”, afirmou a secretária.

Após a solenidade de abertura oficial, a presidente do CMDCA, Denise Dalalio, fez a leitura e aprovação do Regimento Interno da conferência. Em seguida, foi realizado um painel temático.

 

O Secretário Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Erasmo Neiva explanou sobre os 17 objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da ONU, os quais o município de Paracatu hoje faz parte.

 

A Secretária Municipal de Desenvolvimento e Ação Social, Ana Amélia de Melo Medeiros, promoveu um Diálogo Interativo com o tema PROTEÇÃO INTEGRAL, DIVERSIDADE E FRENTAMENTO AS VIOLÊNCIAS, fazendo um resumo das ações da assistência social voltada para a Política das Crianças e Adolescentes.  A secretária apresentou os avanços das Políticas Públicas para crianças e adolescentes no Município. Apresentou o Serviço de Acolhimento Institucional de Crianças e Adolescentes, que o município assumiu este ano, com objetivo de qualificar o serviço, colocando toda rede de proteção à disposição. Comunicou que o prefeito já encaminhou o Projeto de Lei para a Câmara, para implantar o serviço de família acolhedora, serviço que é considerado nos dias atuais o mais indicado para proteção das crianças e adolescentes.

 

Na oportunidade, Ana Amélia, apresentou também o Banco de Alimentos, que fornece kit completo, quinzenalmente, para as famílias referenciadas no CRAS, no serviço PAIF. O programa Renda Mínima, que oportunizará formação e renda para 50 mulheres este ano. E o diagnóstico situacional de criança e adolescente que vem apontar as maiores violações de direitos das Crianças e Adolescentes, por território.  Durante sua explanação, a secretária fez ainda, um balanço da proposta de 2015, última conferência da Criança e Adolescente e avaliou junto com o conselho que todas as propostas foram cumpridas e ressaltou a importância da realização das Conferências Livres, que ocorreram nos meses anteriores, com metodologia própria, ouvindo as Crianças e Adolescentes em Escolas Rurais, APAE, Fundação Conscienciarte e Céu das Artes.

 

Denise Dalalio falou sobre o Diagnostico Situacional, demonstrando pontos fundamentais a serem trabalhados pela sociedade em geral em defesa dos direitos das crianças e adolescentes.

 

A Assistente social Thalita Araújo Ribeiro, mestre em políticas públicas, apresentou o Plano decenal aos presentes e destacou sua importância para reverenciar este público.

 

No período da tarde foram montados 5 Eixos Temáticos para discussão e definição das diretrizes voltadas ao tema central de 2018, com a participação das equipes dos CRAS e CREAS, que estudaram os temas para  facilitarem os trabalhos de grupo.

 

Ao final foi realizada a Eleição de Delegados para Conferência Estadual, conforme nomes abaixo:

 

Anthony Cauã Pereira Melo, Lucas Guilherme Soares Pires, Denise Aparecida Dalalio Cunha, Leonardo José Rodrigues de Almeida, Maria Aparecida Oliveira Silva, Deiverson Gonçalves dos Santos, Aureliana Luiz Primo, Ana Carolina Sousa Silva Gonçalves, Simone de Fátima Santana Soares, Claudirene Rodrigues de Sousa, Ana Amélia de Melo Medeiros, Cilze Meire Oliveira Melo, Eduardo Costa Cunha e Renata Monteiro Martins.

ASCOM/SEGOV

Prefeitura de Paracatu.

Mais trabalho. Novas Realizações. 

VER TODAS NOTÍCIAS

Deixe um Comentário