Secretário de Segurança Pública visita Tiro de Guerra em Patrocínio

O Tiro de Guerra é uma forma do jovem de 18 a 19 anos prestar o Serviço Militar

Secretário de Segurança Pública visita Tiro de Guerra em Patrocínio

#descriçãopracegover - autoridades posam para foto

Nesta quarta-feira, 14 de agosto, o Secretário Municipal de Segurança Pública, Coronel Carlos Renato, visitou o Tiro de Guerra 04-020 do município de Patrocínio – MG, para conhecer a instituição, criada em 1928, que e é uma das mais consolidadas do Estado e iniciar as ações para implantação do Tiro de Guerra em Paracatu.

O Tiro de Guerra é uma forma do jovem de 18 a 19 anos prestar o Serviço Militar, recebendo a denominação de “atirador”, podendo ainda, ser cabo reservista do Exército Brasileiro. Mais que o caráter obrigatório, essa modalidade de Serviço Militar configura um direito do cidadão em dar sua contribuição, ainda que modesta, para a defesa da Pátria, conciliando sua vida cotidiana com sua rotina de trabalho, estudo e convívio familiar.

Durante a visita, o subtenente Rodney, chefe da unidade, explicou que o Exército Brasileiro arca com armamento, munições, fardamento e os militares instrutores do Tiro de Guerra, enquanto a Prefeitura Municipal se encarrega da estrutura física para as atividades, mobiliário, materiais de informática e segurança (câmeras), residência para o instrutor e servidores para função de secretário e serviços gerais.

Segundo o subtenente Rodney, a função do TG é formar cidadão, ou seja, a preocupação não é só com a formação militar, mas que o jovem, ao entrar no TG se torne um cidadão consciente para que possa ajudar o município e seja um cidadão melhor. “Ofertamos instruções de cunho militares e também voltadas para formação do cidadão, além de atividades junto à comunidade, como por exemplo, trabalhos de campanha contra a dengue e em casos de calamidade pública”, explicou.

Os atiradores recebem instruções em diversas áreas, como Defesa Civil, Primeiros Socorros, Comunicações, Meio Ambiente, Combate a Incêndio, além de instruções comuns de armamento, tiro, marchas, ordem unidade, entre outras.

“A visita foi melhor do que esperávamos, pois observamos que o TG é muito mais que uma instituição militar e sim, uma instituição que contribui para a formação de um bom cidadão. Em Patrocínio, a comunidade é muito receptiva ao projeto, já que criou-se uma ligação afetiva entre a sociedade e a instituição. Quando o jovem chega ao TG, muitas vezes, está sem referencial familiar e ali eles vêem que podem vencer e superar os obstáculos e tudo isso, leva à redução criminal”, enfatizou os Secretário Cel Renato.

O secretário ressaltou que já fez contato com o Exército Brasileiro e está produzindo os documentos necessários para a implantação do Tiro de Guerra na cidade de Paracatu.

Na oportunidade, o secretário também visitou a Prefeitura Municipal de Patrocínio, através da Secretaria de Administração, responsável pela contrapartida do município, que apresentou os custos com o Tiro de Guerra. Essa estimativa norteará os custos de implantação e manutenção da unidade em Paracatu.

VER TODAS NOTÍCIAS

Deixe um Comentário